Carregando...
Somos referência em segurança de barragens no setor hidrelétrico

Somos referência em segurança de barragens no setor hidrelétrico

Somos referência em segurança de barragens no setor hidrelétrico

Desde o início de sua história, a CESP se destaca pela capacidade de operação e manutenção das suas barragens de forma segura, eficiente e prudente.

Fomos pioneiros na construção e manutenção de barragens para geração de energia hidrelétrica no Brasil e somos referência nacional e mundial no desenvolvimento e viabilização de novas tecnologias e de procedimentos de segurança e monitoramento de barragens.

Nosso setor de Segurança de Barragens determina diretrizes que garantem o cumprimento da legislação e regulamentação de segurança destinadas à geração hidrelétrica em nossos empreendimentos. Ainda, atua no monitoramento de implantações da área e no estímulo da cultura de gestão de riscos em todos os segmentos da Companhia.

Princípios fundamentais

01

Realizar avaliações constantes para melhorar processos de segurança de barragens.

02

Ter ética e transparência como valores de atuação de todas as partes envolvidas.

03

Sempre considerar o aspecto da segurança de barragens nas ações da empresa.

04

Cumprir marcos legais e regulatórios relacionados à segurança de barragens.

05

Preservar a vida, a integridade das pessoas, do meio ambiente, das atividades socioeconômicas e o patrimônio da Companhia.

06

Apoiar continuamente o desenvolvimento científico e tecnológico.

07

Fomentar a cultura de segurança de barragens para incorporar a prevenção nos processos internos da Companhia.

08

Usar as melhores práticas de engenharia de forma articulada e integrada.

01

Realizar avaliações constantes para melhorar processos de segurança de barragens.

03

Sempre considerar o aspecto da segurança de barragens nas ações da empresa.

02

Ter ética e transparência como valores de atuação de todas as partes envolvidas.

04

Cumprir marcos legais e regulatórios relacionados à segurança de barragens.

05

Preservar a vida, a integridade das pessoas, do meio ambiente, das atividades socioeconômicas e o patrimônio da Companhia.

07

Fomentar a cultura de segurança de barragens para incorporar a prevenção nos processos internos da Companhia.

06

Apoiar continuamente o desenvolvimento científico e tecnológico.

08

Usar as melhores práticas de engenharia de forma articulada e integrada.

Para manter um alto padrão técnico em todas as operações de segurança da CESP, desenvolvemos nossa Política de Segurança de Barragens.
Neste documento, apresentamos princípios, diretrizes, responsabilidades e todas as ações realizadas que nos tornam referência na área.

Política de Segurança de Barragens

Conheça nossos procedimentos

O processo de acompanhamento de nossas barragens é realizado por meio de inspeções rotineiras mensais, inspeções de segurança regulares anuais e pelo monitoramento constante com ajuda de mais de 2.580 instrumentos de auscultação instalados nas barragens.

Todas essas informações são centralizadas em um sistema digital especializado para controle e avaliação dos dados gerados pela instrumentação e pelas inspeções regulares. A partir desses procedimentos e informações é que são definidas as atividades de revisão e conservação das estruturas.

A implementação e acompanhamento das obras de manutenção são realizados por equipe própria de engenheiro e técnicos especializados, com sólida formação em Engenharia Civil, Hidrologia, Segurança de Barragens e Geotecnia.

2580
instrumentos de auscultação instalados
60%
com leituras mensais realizadas

Plano de Ação de Emergência

O Plano de Ação de Emergência (PAE) é um documento que identifica potenciais situações de emergência nas barragens e estabelece procedimentos técnicos e administrativos a serem adotados nestas situações, objetivando reduzir os efeitos de ondas de cheia e manter as áreas protegidas.

Confira mais detalhes dos planos de ação para cada usina:

Zona de Autossalvamento

As Zonas de Autossalvamento (ZAS) são regiões a jusante da barragem em que se considera não haver tempo suficiente para uma intervenção das autoridades competentes em caso de acidente.

Nesse cenário, a responsabilidade da CESP é de alertar a população da área em situações de emergência. Já as orientações de como proceder são dadas pela Defesa Civil de cada município.

No mapa abaixo é possível inserir seu endereço para verificar se sua residência se encontra na Zona de Autossalvamento:

Para saber mais informações sobre a segurança de barragens da sua região, contate a Defesa Civil do seu município selecionando o respectivo estado abaixo:
Mato Grosso do Sul
Defesa Civil Estadual do Mato Grosso do Sul
(67) 3318-3835
Batayporã
(67) 3443-1288
Taquarussu
(67) 3444-1238
Novo Horizonte do Sul
(67) 3447-1153
Jateí
(67) 3465-1133
Naviraí
(67) 3409-1500
Itaquiraí
(67) 3476-3500
Eldorado
(67) 3473-3056
Mundo Novo
(67) 3474-1144
Paraná
Defesa Civil Estadual do Paraná
(41) 3281-2512
Nova Londrina
(44) 3432-3261
Marilena
(44) 3448-1314
São Pedro do Paraná
(44) 3464-1163
Porto Rico
(44) 3427-1223
Querência do Norte
(44) 3462-1222
Icaírama
(44) 3665-1266
Alto do Paraíso
(44) 3664-1320
São Jorge do Patrocínio
(44) 3634-8064
Altônia
(44) 3659-8180
Terra Roxa
(44) 3645-1122
Guaíra
(44) 3642-2800
Mercedes
(45) 3256-8016
Marechal Cândido Rondon
(45) 3284-8450
São Paulo
Defesa Civil Estadual de São Paulo
(11) 2193-8888
Paraibuna
(12) 98190-1862
Jambeiro
(12) 3978-2600
Santa Branca
(12) 3972-6620
Jacareí
(12) 3955-9082
Rosana
(18) 3288-8255

Reuniões com a Defesa Civil

A CESP realiza reuniões trimestrais junto às Defesas Civis dos municípios das ZAS para avaliar e definir ações preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas que preservem a segurança das populações residentes nas áreas de nossas usinas.

Confira os próximos encontros:

22/05/2022 22/08/2022 22/10/2022

Proteção de encostas

Em termos de extensão, a soma das bordas dos reservatórios das UHEs de Paraibuna e Porto Primavera resulta em mais de 2.650 km que estão contidos nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, distribuídos em mais de 15 municípios.

A proteção das encostas dessas bordas é realizada pela CESP por meio de um programa exclusivo com equipe técnica especializada. Sua gestão envolve atividades como imageamento aéreo por satélite, inspeção e monitoramento dos processos erosivos, obras de proteção e rampas de embarque e desembarque, acompanhamento por seções topobatimétricas, além de execução de projetos e obras de proteção.

Na UHE de Porto Primavera, por exemplo, o programa foi desenvolvido para atender às condicionantes da Licença de Operação da usina emitida pelo IBAMA, tendo como objetivo reduzir os impactos causados por processos erosivos através de monitoramento e direcionamento de atividades de combate e controle conforme criticidade

Conheça o aplicativo CESP Comunidades

Fique por dentro das usinas de Porto Primavera e Paraibuna! Para facilitar o acesso e a conscientização de toda a comunidade da CESP em relação à segurança de barragens, desenvolvemos um aplicativo que contém informações, avisos e diretrizes sobre cada uma das usinas.

Perguntas frequentes

Para que servem as barragens?

Barragens são estruturas de contenção, ou seja, tem como objetivo armazenar algum material para determinada utilização.

No caso da CESP, são utilizadas para geração de energia hidrelétrica. A barragem atua no armazenamento da água e controle da sua vazão, garantindo que se possa gerar energia durante todo o ano, mesmo em estações de seca ou com poucas chuvas.

O que é o Plano de Segurança de Barragens?

É um conjunto de documentos que representam a operação e funcionamento da barragem, assim como os procedimentos no caso de acidentes. Abrange projetos, manuais de operação, Plano de Ação de Emergência (PAE), sistemas de gestão de emergências, relatórios de instrumentação e inspeções.

Qual a legislação de Segurança de Barragens?

As leis nº 12.334/2010 e n° 14.066/2020 estabelecem a Política Nacional de Segurança de Barragens, regulando e definindo as obrigações, direitos e deveres dos proprietários de barragens no Brasil.

A Resolução Normativa n°696/2015 da Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL (órgão regulatório das barragens para fins de geração de energia hidrelétrica) complementa a Política Nacional de Segurança de Barragens.

O que é o Plano de Ação de Emergência?

O Plano de Ação de Emergência (PAE) tem como objetivo definir os procedimentos de resposta em situações de emergência, em que há chance de falha ou ruptura da barragem.

Ele também serve de base para desenvolvimento dos Planos de Contingência (Plancons) das Defesas Civis dos municípios afetados numa situação de rompimento. A integração do PAE com o PLANCON das Defesas Civis busca garantir maior eficácia entre os agentes do município e do proprietário da barragem para minimizar danos às pessoas e à região atingida.

Como saber se minha residência se encontra na área de risco?

O Plano de Ação de Emergência (PAE) informa as Zonas de Autossalvamento, ou seja, regiões em que não há tempo de chegar socorro das autoridades competentes para socorrer a população do local em caso de acidente.

Dessa forma, os moradores dessa região serão orientados pela Defesa Civil nos procedimentos de evacuação ou fuga e devem seguir esses protocolos à risca.

Para conferir se a sua propriedade está localizada em uma ZAS, clique aqui.

Minha residência se encontra na Zona de Autossalvamento, e agora?

Entre em contato com a Defesa Civil do seu município e peça orientação sobre os procedimentos definidos no Plano de Contingências.

Para conferir o contato da Defesa Civil do seu município, clique aqui.

Como são monitoradas as barragens?

As barragens possuem diversos tipos de instrumentos de medição que resultam em diferentes informações. Os dados são avaliados em conjunto por equipes técnicas especializadas e multidisciplinares com o objetivo de criar um cenário completo das características atuais.

Essas informações são analisadas constantemente, avaliadas pelos mais modernos conceitos de Engenharia, Gestão de Recursos Hídricos e Geotecnia, constituindo um monitoramento contínuo das barragens. Ainda, são realizadas inspeções detalhadas do estado de conservação das barragens, sendo relatadas regularmente a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Ficou com alguma dúvida?

Entre em contato!

    *As informações coletadas por meio deste formulário são usadas pela CESP para atender à sua solicitação. Os campos com asterisco são obrigatórios. Ao inserir suas informações pessoais e enviar a mensagem acima, você concorda com os Termos e Condições de Uso e a Política de Privacidade deste site.
    Sua inscrição foi realizada com sucesso!

    Em caso de seleção, iremos entrar em contato através dos dados informados no cadastro.
    Se tiver ficado com alguma dúvida, acesse nossas Perguntas Frequentes.